Introdução

O couro cabeludo normal é composto em média por cerca de 100 a 150 mil folículos pilosos.Os folículos estão distribuídos em unidades foliculares, as quais podem ter de 1 a 4 fios cada.Fazem parte da unidade folicular, além dos fios, uma gländula sebácea e um músculo eretor do pelo. Esta unidade deve ser dissecada sem qualquer dano durante a cirurgia de transplante capilar para que ocorra um crescimento adequado após o procedimento.

Desde criança observamos que é normal a queda de uma certa quantidade de fios por dia.
Esta queda se deve ao ciclo do cabelo, o qual é composto por 3 fases : Fase Anágena ou Fase de Crescimento, Fase catágena ou intermediária e Fase de desprendimento ou telógena.Alguns animais tem ciclo capilar com os folículos sincronizados de forma que eles caem de tempo em tempo uniformemente e voltam a nascer juntos.Esta troca abrupta de fios ou pelagem, faz com que periodicamente estes animais fiquem ¨pelados¨.

Felizmente o seres humanos não tem seus foliculos sincronizados, de forma que na situação normal fisiológica consigamos manter o volume global de nossos cabelos.

Considera-se como normal uma queda diária de cerca de 100 fios por dia. Isto somente é aceitável se houver uma reposiçao na mesma intensidade e que o cabelos voltem a crescer com a mesma qualidade e espessura do que antes.Há situações em que a quantidade que cai é igual a que nasce, porém como o que nasce é de uma qualidade e espessura inferior a pessoa vai acumulando a perda de volume ao longo do tempo.Em qualquer condição em que se note uma diminuição do volume habitual dos cabelos, aconselha-se procurar um dermatologista para melhor avaliação do quadro.

Fase Anágena ou Fase de Crescimento:

Aproximadamente 85% dos fios encontram-se nesta fase que dura em média de 2 a 6 anos. Considerando-se que os fios crescem em média 1 cm por mes, se não cortados , os mesmos podem crescer no maximo a um comprimento de 24 cm (para aqueles pacientes que tem o ciclo mais curto de 2 anos) a 72 cm (para aqueles com ciclo de vida de 6 anos). Ao final deste período, as céluas germinativas do bulbo capilar interrompem o crescimento e entram na fase catagena ou intermediária.

Fase Catágena ou intermediária:

Cerca de 1% dos folículos encontram-se nesta fase que dura cerca de 3 meses. Nesta fase não hã mais volta para a fase anterior e os fios evoluem para a fase seguinte final.

Fase Telógena ou de desprendimento:

Nesta fase final, que dura de 3 a 6 meses, encontram-se 14% dos folículos. Ao entrar nesta fase , não há retorno e os folículos tem de seguir o curso normal se desprendendo do couro cabeludo neste prazo. Após caírem eles iniciam um novo ciclo capilar entrando novamente na fase anágena.Cada pessoa tem pré determinado por fatores hereditários quantos ciclos os folículos farão ao longo da vida. Após este numero limite ter sido atingido, os foliculos começam a entrar em falencia e podem não mais retornar ou retornar progresivamente mais finos e fracos.

São várias as causas de quedas de cabelos e tentaremos aqui explicar as mais comuns.
Algumas destas incluem fatores hereditários, regimes alimentares, doença da tireóide, uso de alguns medicamentos, febre alta, doenças recentes, forma de manusear os cabelos, produtos químicos, estresse e distúrbios emocionais.

Na mulher, muitas vezes, também ocorre queda por fatores hormonais e deve-se portanto avaliar alterações do ciclo menstrual, gravidez e menopausa.Entre as causas mais comuns de queda de cabelos encontra-se a Alopecia Androgenética conhecida também como calvície ou queda hereditária, que pode acometer em algum grau ao longo da vida até cerca de 70% dos homens e 50% das mulheres. Para um diagnóstico preciso, a avaliação clínica com um médico especialista é o mais importante, e, algumas vezes, há necessidade de exames complementares.


Quer saber mais?

Ligue pra gente:

31 3274-4487 31 98478-6715

Ou preencha o formulário que entraremos em contato: